Website

Docentes do departamento de Desporto publicam artigo na Nature

Os docentes do Departamento de Desporto do ISCE Douro, Prof. Doutor Pedro Forte e Prof. Doutor Jorge Morais, em parceria com outros investigadores nacionais e internacionais, publicaram o artigo científico, “Upper-limb kinematics and kinetics imbalances in the determinants of front-crawl swimming at maximal speed in young international level swimmers”. O artigo foi publicado na Nature, uma das mais prestigiadas revistas científicas do mundo.

O estudo teve como objetivo verificar uma diferença hipotética entre membros superiores nos determinantes relacionados com a técnica de croll à velocidade máxima de nado e ainda identificar os principais preditores responsáveis pela velocidade de nado alcançada durante cada braçada dos membros superiores.

Resumo:

Os nadadores de curta distância podem apresentar desequilíbrios no impulso dos membros superiores (diferenças entre o impulso produzido por cada membro superior). Na velocidade máxima, os desequilíbrios mais altos estão relacionados a performances. Além disso, pouco se sabe sobre a relação entre empuxo e velocidade de natação, e se existem desequilíbrios hipotéticos na velocidade alcançada ao executar cada braçada dos membros superiores. Esta poderia ser uma questão importante, pelo menos, enquanto nadava na velocidade máxima. Este estudo teve como objetivos: (1) verificar uma diferença hipotética entre membros superiores nos determinantes relacionados com a técnica de croll à velocidade máxima de nado e; (2) identificar os principais preditores responsáveis pela velocidade de nado alcançada durante cada braçada dos membros superiores. No geral, os nadadores apresentam diferenças significativas entre os determinantes dos membros superiores. O membro superior, notando com uma maior a força em terra firme também apresentou maior propulsão e, consequentemente, maior velocidade. Os treinadores devem ser cientes de que os nadadores de sprint produzem diferenças significativas de propulsão na velocidade alcançada por cada um membro superior.

Esta é mais uma evidência da investigação em curso no NIDEF, do ISCE Douro.

Disponível para download aqui.

© 2020 ISCE Douro - Todos os direitos reservados. | Contactos