Website

Konsolidarte no ISCE Douro

12 novembro 1991 – Massacre de Santa Cruz, Díli, Timor Leste

 

Max Stall deu a conhecer ao mundo algumas imagens aterradoras deste massacre, graças à ousadia que teve de voltar a Díli depois de uma visita ao território, como repórter, e à ajuda de amigos.

A 12 Novembro de 2019 decorreu mais uma vigília em Timor para relembrar este massacre (a vigília faz-se desde 2001, data da independência). Neste dia, as velas acendem-se junto aos passeios pelas ruas de Díli.

O programa de Educação Cultura Konsolidarte, fundado por R. Gritto, trabalha no terreno desde 2014 na tentativa de desenvolver metodologias e ações que estabeleçam sinergias de reconstrução e preservação das práticas artísticas em vários domínios (cinema, arquitetura, empoderamento económico feminino, levantamento e arquivo das práticas performativas e de artes plásticas contemporâneas) e organiza um festival anual internacional para promover artistas emergentes nestes domínios.

A 3.ª edição do Festival Konsolidarte é marcada por um passo diferente, ao introduzir vídeo screening anexo aos seminários do Departamento de Artes e Multimédia do ISCE Douro, no programa deste ano.

Para motivar e sensibilizar para a existência e as necessidades que o nosso irmão cultural tem do outro lado do mundo, a sessão de vídeo screening, iniciada a 12 de novembro, em consonância com a vigília timorense, apresenta vários autores nacionais e estrangeiros: “Electric-Dreams” com Edgar Pêra, Max Stall (arquivo audiovisual), R. Gritto, Hugo Paquete, Iris Sofia (TM), Susana Valadas, Nuno Sá Pessoa, Filipe Garcia, Raúl Maia, Maria Lúcia Cruz Correia, Pedro Caieno, Nuno Miranda, Michel Mene Ghetti (AU), Christine Cheung (CA), Juan Pablo Macias (MX), Julian Ribo (FR) e Jose Drummond (CN).

Ver cartaz

 

© 2019 ISCE Douro - Todos os direitos reservados. | Contactos